Conjunto de viadutos muda a vida de 40 mil motoristas | Notícia | Edinho 15 - Rio Preto Muito Mais!
Conjunto de viadutos muda a vida de 40 mil motoristas

25 Set

Conjunto de viadutos muda a vida de 40 mil motoristas

Complexo viário é uma das maiores obras de mobilidade urbana de Rio Preto

Inaugurado no fim de 2019, com três meses de antecedência, o complexo viário que interligou as avenidas Mirassolândia e Domingos Falavina, passando sobre a avenida Ernani Pires Domingues, é apontado como uma das maiores obras de mobilidade urbana de Rio Preto. Construído em 15 meses ao custo de R$ 25,7 milhões e executado com recursos do governo federal, o viaduto “Yolanda Bassitt” acabou com o problema crônico de congestionamento que, em horários de pico, chegava a se formar desde as proximidades de outra avenida, a Cenobelino de Barros Serra.

"É a maior obra de mobilidade urbana de Rio Preto. Cerca de 40 mil motoristas e motociclistas serão beneficiados. Não teremos mais congestionamentos e comerciantes da região terão melhores condições de atender seus clientes", afirmou o prefeito Edinho Araújo, em entrevistas concedidas na entrega do dispositivo. Edinho lembrou que o complexo, com trechos de até 335 metros, é maior que a extensão de 310 metros do tradicional Jordão Reis, na região central de Rio Preto. O conjunto de viadutos transformou também a realidade de 75 mil pessoas que fazem uso do transporte coletivo e ficavam perdendo tempo dentro dos ônibus, em engarrafamentos naquele setor.

Quando entregou o conjunto de viadutos, o governo municipal lembrou o que havia ocorrido com o Terminal Urbano, onde foram corrigidos vários erros de projeto. Na nova obra foi preciso, por exemplo, incluir novas alças, não previstas inicialmente. Diferentemente de outro grande viaduto, localizado na avenida Vetorazzo e que na gestão anterior foi inaugurado às escuras, o complexo de viadutos da Mirassolândia foi entregue já com o sistema de iluminação instalado, em obra de R$ 609 mil.

A denominação de “Yolanda Bassitt”, como lembrou o prefeito, foi uma homenagem à empresária falecida em 2018. "É um reconhecimento à mulher empreendedora", afirmou Edinho. Yolanda, que se destacou no ramo da citricultura e na liderança de diversos empreendimentos, foi secretária municipal de Desenvolvimento Econômico e a primeira mulher a ocupar a presidência da Associação Comercial e Empresarial de Rio Preto (Acirp).

Sobre o complexo
- Custo da obra R$ 25.774.929,98
- Avenidas e ruas envolvidas: avenidas Mirassolândia, Domingos Falavina e Ernani Pires Domingues (acesso), e rua Capitão Faustino.
- Complexo viário Mirassolândia/Falavina interligação da rua Capitão Faustino de Almeida às avenidas Mirassolândia e Domingos Falavina, passando sobre a avenida Ernani Pires Domingues, na zona norte.
- Principais trechos: 335 metros da Capitão Faustino em direção à avenida Mirassolândia e 320 metros na mesma rua em direção à avenida Domingos Falavina
- Parte do material utilizado: 57 vigas, cada uma pesando 40 toneladas
- Geração de emprego: 90 pessoas contratadas pela empresa responsável

Crédito Imagem: Ellenlima Blog encurtador.com.br/gpxTX

COLIGAÇÃO RIO PRETO MUITO MAIS:

Partidos
Partidos

Site Desenvolvido por
Agência UWEBS Criação de Sites