Hospital Municipal de Rio Preto tem mais de 25% da obra concluída | Notícia | Edinho 15 - Rio Preto Muito Mais!
Hospital Municipal de Rio Preto tem mais de 25% da obra concluída

25 Set

Hospital Municipal de Rio Preto tem mais de 25% da obra concluída

Construção segue em ritmo acelerado tem previsão de entrega para agosto de 2021

Com área de construção de 4.631,85m² projetada para prédio térreo com possibilidade de ampliação, o Hospital Municipal da Região Norte de Rio Preto está localizado em terreno de 19.831,49m2, que ainda permitirá a criação de 138 vagas de estacionamento. Em agosto, a obra chegou ao estágio de 25% do total da obra, com a execução de estruturas de lajes, vigas e pilares. Durante agosto, a construção viabilizou ainda a parte de alvenaria, a instalação do contrapiso e a colocação da caixa d´água.

Com previsão de entrega total para agosto de 2021, o hospital terá 80 leitos, sendo 62 serão rotativos, destinados às cirurgias eletivas, de pequena e média complexidade e internações clínicas. Terá ainda 12 leitos pós-anestésicos, e seis leitos de retaguarda. O hospital contará ainda com sala de esterilização e cinco salas cirúrgicas. Sua estrutura vai permitir a realização de até 400 cirurgias por mês, em especialidades como ortopedia, otorrinolaringologia, oftalmologia, ginecologia e cirurgias gerais. Só para equipar o hospital, o custo avaliado é de R$ 6 milhões.

Para construir o Hospital Municipal da Região Norte de Rio Preto, a prefeitura alienou terreno de 145.665,37m2, no Distrito Industrial, em troca das obras totais. O valor estimado da obra é de R$ 23.145.470,02. O investimento faz parte de uma série de iniciativas do município para continuar ampliando as estruturas destinadas ao atendimento na saúde pública. Ampliação que foi observada, por exemplo, na instalação de novos equipamentos para atender pacientes durante a pandemia de coronavírus em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) especialmente preparadas com leitos para receber inclusive casos mais graves.

As obras só não estão ainda mais adiantadas em razão de paralisação devido a um questionamento judicial. Com o processo licitatório considerado legal pelo Tribunal de Justiça, porém, as obras foram retomadas. A Prefeitura afirmou que a suspensão causaria “enormes transtornos à continuidade de obra tão importante para a população da cidade." Destacou ainda que "a forma de permuta foi a que melhor atendeu ao interesse público", sem que sejam investidos recursos dos cofres públicos.

O prédio está sendo erguido no Parque Residencial Atlântica, na Região Norte, perto dos bairros Cecap e Eldorado, nas proximidades da avenida do linhão da CPFL, com acesso pela avenida Alberto Olivieri e pela rua Mansur Buchdid. No local, serão atendidos pacientes com casos de média complexidade, que não são considerados graves. Desta forma, será possível reduzir a demanda em outros estabelecimentos hospitalares e zerar filas de espera

“A prefeitura interpreta o sentimento da sociedade, uma necessidade, por isso elaboramos esta estratégia, pensando inclusive em uma possível ampliação para o futuro. Nós teremos um hospital de apoio que será de grande importância para a atenção e melhoria na saúde do município”, disse o prefeito Edinho Araújo.

Galeria de imagens

COLIGAÇÃO RIO PRETO MUITO MAIS:

Partidos
Partidos

Site Desenvolvido por
Agência UWEBS Criação de Sites